Curso de Chef Básico ICIF – Dia 6

Publicado em 08/03/2012

Nossa, tô tão exausta hoje que vou ter que falar pouco. De manhã tivemos uma aula muito legal e muito angustiante de corte em frutas, agora além de 50 kg de cebola eu vou ter que comprar 50 kg de frutas pra treinar corte em casa.

De tarde tivemos uma aula sobre café, como eu não consigo nem raciocinar mais hoje, eu copiei e colei alguns trechos da história do café que foram mencionados durante a palestra, só pra ter uma ideia, foi falado desde história até custo e lucro do café em uma cafeteria.

Segue tópicos da palestra:

Publicidade

Os Árabes descobriram o café e defendiam suas plantações contra estrangeiros até mesmo com a própria vida durante um bom tempo, os queridos não tinham intenção de dividir este ouro com ninguém.

”Em 1475, até foi promulgada uma lei permitindo a mulher pedir o divórcio, se o marido fosse incapaz de lhe prover uma quantidade diária da bebida. Foi em Meca que surgiram as primeiras cafeterias, conhecidas como Kaveh Kanes. Cidades como Meca, eram centros religiosos para reza e meditação e a religião muçulmana proibia o consumo de qualquer tipo de bebida alcoólica. Desta forma, os Kaveh Kanes se transformaram em casas onde era possível se passar à tarde conversando, ouvindo música e bebendo café.”

”A bebida foi logo proibida pela religião muçulmana, por considerarem-na tóxica assim como qualquer bebida alcóolica.”

(PS.: eu acho que na verdade o povo estava era se enchendo de novas ideias e aí resolveram acabar com a festinha.)

”As cafeterias desenvolveram-se na Europa durante o século XVII, enquanto florescia o Iluminismo e se planejava a Revolução Francesa. Durante tardes inteiras, jovens reuniam-se em torno de várias xícaras de café, discutindo o destino das nações, declamando poemas, lendo livros ou simplesmente passando o tempo.”

Aula de corte de frutas:

Aula de cortes ICIF

Aula de Café:

Palestra sobre café ICIF

Turma:

 

Post your comments

Your email address will not be published. Required fields are marked *