O Menarosto de Flores da Cunha

Chafé Menarosto Flores da Cunha
Menarosto Flores da Cunha
Guaraná Menarosto Flores da Cunha
Menarosto Flores da Cunha
Mulheres da Cozinha Menarosto Flores da Cunha
Boteco Menarosto Flores da Cunha
Rifa Menarosto Flores da Cunha

Como eu já falei mil vezes aqui, nós, habitantes da serra gaúcha, gostamos de comer bem e bastante. Muita massa, muita polenta, muito churrasco, copa, salame, queijo, pães, cucas, bolo, sagu, flamery, ambrosia, chimia, pinhão, castanha, uva etc. E o tradicional Menarosto é bem tipico da cidade de Flores da Cunha que é coladinha em Caxias do Sul.

O Menarosto é o seguinte, a comunidade organiza um jantar para arrecadar verba para a manutenção da mesma, para dar uma ajeitada na igreja local, no campinho de futebol local e tal.

Esta é uma tradição trazida pelos imigrantes italianos onde se assa diversos tipos de carne de caça. Hoje em dia a carne servida é codorna, porco e frango que não são de caça. A carne é servida com fartura e assada em grandes espetos giratórios. O acompanhamento é massa, geralmente um tortéi delicioso, polenta frita, pão colonial, salada de batata. A bebida é um guaraná de garrafa de vidro, vinho tinto  colonial e pra finalizar um chafé com bolacha.

As mesas são longas e compartilhadas, a conversa é sempre em voz alta, exceto quando se trata de uma fofoquinha básica claro. E no final sempre tem uma rifa pra animar ainda mais a galera. Nunca ganhei nada…

É um belo programa pra quem gostaria de viver um pouco da realidade de uma cidade pequena e que ainda mantém alguns costumes dos seus antepassados colonizadores. Flores da Cunha é uma cidade linda, muitas pessoas ainda falando no dialeto italiano e tem sotaque carregado, é rodeada por natureza e parreirais, vinícolas maravilhosas de todos os tamanhos e paisagens deslumbrantes. Vale muito a pena conhecer!

A bebida é o guaraná e vinho colonial.
Carne de frango, porco e codorna assadas em grandes espetos giratórios sobre a brasa.
Homens da cozinha.
Mulheres da cozinha.
Boteco do Menarosto.
E depois da comilança vem a rifa!


 
 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *